DICAS PARA O CONSUMIDOR
Gasolina Adulterada
Consumidor: Tenha cuidado com o barato que pode sair muito caro. Por isso, sempre é melhor prevenir que do que remediar.

Preste atenção: Hoje no Brasil muita gente tem sido vítima de gasolina adulterada. Os criminosos usam normalmente na mistura, solvente de borracha, produto que diminui a vida útil do motor e de todas as peças dos carros.

Portanto, todo cuidado é pouco na hora de abastecer o veículo.

Abasteça o carro, de preferência, sempre no mesmo posto, aquele onde você conhece os funcionários e o produto. O posto é obrigado a informar, por uma placa na bomba, de que distribuidora está comprando o combustível.

Saiba que todo consumidor tem direito a informação suficientemente adequada sobre o produto que está adquirindo (Amparo Legal: artigos 6º, inciso III, e 31 do CPDC). Exija que a nota fiscal contenha a data e a placa do veículo em seu nome; ela será sua garantia, numa eventual reclamação, de que você abasteceu o carro naquele estabelecimento.

Mas como desconfiar da gasolina que você está usando ? Ah ! Não sabe ? Então, preste atenção nas dicas abaixo:

Fique ligado no desempenho do veículo que, num primeiro momento, parece melhor, e, logo em seguida, começa a falhar e apresentar problemas. Isso acontece porque o solvente dissolve as borrachas e os outros componentes da injeção eletrônica e do carburador. Depois de algum tempo de uso constante o motor pode bater pinos, válvulas e até fundir os anéis.

Leve ao mecânico e se ele detectar que o problema é o combustível pelas diferenças sentidas no motor do seu carro, aí é sério. Faça um laudo, três orçamentos e tente um acordo com o posto de gasolina. Se o acordo não acontecer, conserte o veículo pelo orçamento menor e vá a Justiça. Não se esqueça de denunciar o posto à Agência Nacional de Petróleo. Você estará exercendo a cidadania, e colaborando para que outros não sejam vítimas, como você.

Informação: No Brasil, 30% do combustível vendido está adulterado. Desconfie dos postos que não exibem o nome da distribuidora de combustível e daqueles em que a gasolina está muito barata. Vender combustível adulterado é crime (Amparo Legal: artigo 66 do CPDC; artigo 7º, inciso III, da Lei nº 8.137, de 27/12/1990 – pena: detenção de um a cinco anos e multa).
retorna  
Índice de Dicas