DICAS PARA O CONSUMIDOR
Golpe por Telefone
Cuidado com aqueles telefonemas, onde uma pessoa que se identifica como funcionária do banco onde você mantém conta corrente, dizendo que o banco descontou taxas e impostos a mais e agora quer restituir o dinheiro. Fique atento porque você pode estar sendo vítima de um golpe.

Nesses telefonemas normalmente quem está do outro lado do aparelho, solicita a confirmação de todos os seus dados, pede RG, CPF, endereço, nome dos pais, etc, e para que você mantenha em sigilo a sua senha. Em seguida, ela informa que vai fazer, naquele momento, a transferência do dinheiro para sua conta. Você acredita, e aí ela solicita que você digite sua senha nas teclas do aparelho telefônico porque, no dia seguinte, o dinheiro estará em sua conta. Não se iluda, esta tática é um golpe que pode lhe trazer muita dor de cabeça. O pior é que você só descobre no dia seguinte, quando verifica que não há dinheiro algum a mais na sua conta, pelo contrário, você percebe que está faltando uma boa quantia na sua conta corrente. Aliás, tudo que você tinha foi sacado.

O que acontece é que o golpista que fez a ligação usa um identificador de chamadas ligado ao telefone, descobre sua senha e saca todo dinheiro. Que bomba, não é mesmo ?

Mas, você pode evitar esta confusão tomando alguns cuidados que são básicos:

-Nunca digite senhas por telefone;
-Nunca escreva senha em papel nenhum;
-Não confie em pessoas estranhas;
-Não passe seus dados de identificação para quem você não conhece, por telefone;

Lembre-se: Sua senha bancária tem o mesmo significado da sua assinatura.

Se você passá-la para terceiros, a responsabilidade é toda sua. Agora: Se o erro for do banco, que falhou no sistema informatizado, a responsabilidade é dele (Amparo Legal: artigo 3º, parágrafo 2º, artigos 14 e 22, parágrafo único, do CPDC). O maior problema na verdade é que são muitos os tipos de golpe aplicados por telefone e ninguém pode bobear. Pense rápido na hora se receber uma ligação dessa, e lembre-se dos cuidados que deve ter. Para maior segurança, confira sempre seus extratos bancários, os cheques emitidos, os valores descontados, as taxas cobradas e fique alerta com as contas com pouca movimentação, como poupança ou aplicação financeira.

Por mais amigos que sejam, jamais confie nos funcionários do banco, nunca deixe com eles depósitos e aplicações para serem feitos no dia seguinte. Você tem o direito de exigir tudo no papel e guarde os recibos. Por incrível que pareça, a maioria desses golpes são praticados por pessoas em que confiamos. Participe intensamente de suas transações, acompanhe tudo de perto, verifique e confira todos os papéis, como recibos de pagamentos e depósitos.

Não custa nada se prevenir daquilo que a cada dia se torna mais comum em nosso país. Os chamados golpes por telefone.
retorna  
Índice de Dicas