DICAS PARA O CONSUMIDOR
Instalação em casa
Não há nada mais desagradável que comprar um produto e quando ele chega na casa da gente, o montador avisa que vai voltar no dia seguinte e desaparece. Aí, você que comprou um fogão, tem criança pequena e precisa usá-lo o mais rápido possível, acaba ficando louca de raiva. Para que isso não aconteça é melhor prevenir que remediar, já que no Brasil são vários os casos onde as lojas despejam o produto na casa do consumidor, prometem voltar e somem do mapa. Fique atento ao item instalação já na hora de tirar o pedido da compra. Neste documento devem constar nome e endereço do consumidor, data de emissão, condições de pagamento, assinatura do responsável pelo estabelecimento, dia e hora precisos do serviço e o “de acordo” do consumidor. É importante também que constem ainda CNPJ ou CPF, nome da empresa, endereço e inscrição estadual.

Caso na data marcada para montagem ou instalação do produto, o serviço não for realizado, você tem todo direito de reclamar. Não tenha medo. Se o comerciante ficar enrolando, coloque a boca no mundo. Você pode até pedir instauração de inquérito policial ou termo circunstanciado numa delegacia do consumidor ou na delegacia de polícia mais próxima de sua casa por afirmação falsa ou enganosa (Amparo Legal: artigo 66 do CPDC). Caso você contrate o serviço de terceiros para fazer a instalação, fique ligado, pois o fornecedor deve arcar com a despesa (Amparo Legal: artigo 20, parágrafo 1º, do CPDC).

Todo fornecedor deve ser sincero e jogar aberto com o consumidor. A mentira não funciona e ainda complica a vida do comerciante com a justiça. Se ele não presta o serviço de instalação, no mínimo ele deve especificar isso no pedido de maneira clara e precisa, de forma que o consumidor não tenha dúvidas. Em caso de omissão, o fornecedor passa a assumir a responsabilidade pela instalação.

Todo cidadão brasileiro consumidor, precisa saber que alguns problemas desta categoria podem ser evitados no ato da compra, basta que ele se interesse, leia e aprenda a exercer a cidadania, usando os direitos que são garantidos pela lei. O grande problema no país é o fato do consumidor não ter acesso às leis. Falta de informação para população brasileira cria para alguns comerciantes a possibilidade do não cumprimento do Código de Defesa do Consumidor. Há vários órgãos que lutam pelos direitos do consumidor. Um deles é o Inadec – Instituto Nacional de Defesa do Consumidor que de segunda a sexta-feira está com as portas abertas para atender aqueles que precisam de ajuda nos casos que relacionam fornecedor e consumidor. O atendimento é gratuito. O Inadec é um órgão sem fins lucrativos, e está localizado na Rua Pedrália, 98 – bairro do Ipiranga - Zona Sul de São Paulo. Os telefones são 11-5062.6418 / 6462.
retorna  
Índice de Dicas