DICAS PARA O CONSUMIDOR
Antes de comprar
Todo consumidor antes de comprar um carro deve seguir algumas normas básicas para evitar problemas no futuro. Não custa nada fazer a coisa certa na hora de comprar um veículo para conseguir curtir o carro sem esquentar a cabeça.
Para começar, na hora da compra é preciso ler atentamente o Termo de Garantia Contratual do Veículo que você está por adquirir e comparar as condições impostas com as condições das outras montadoras. Depois verifique se o teor das condições da garantia contratual está adequado à Lei 8.078 (Código de Proteção e Defesa do Consumidor) e eventuais Portarias do DPDC/MJ (Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor que pertence ao Ministério da Justiça).

A seguir pesquise nas Justiças Estadual e Federal sobre a existência de ações de consumidores em face da montadora da marca escolhida. Pesquise a quantidade de reclamações registradas que tenham envolvido a marca do veículo nos Órgãos de Proteção e Defesa dos Consumidores nas principais capitais brasiLeiras. É prudente informar que nestes órgãos existe diferença entre reclamação fundamentada e não fundamentada; esta última não será incluída no Cadastro de Fornecedores, porém, é prudente consultar a quantidade de reclamações.

Pesquise também se a montadora responde ou já respondeu algum processo administrativo por infração à Lei Ambiental nos diversos órgãos de proteção ao meio ambiente. É que o consumidor tem direito à qualidade de vida.

Exija também informações sobre os serviços executados no veículo dentro do pátio da concessionária, antes da venda, através da ordem de serviço e termo de revisão de entrega. Desta forma, o consumidor terá acesso aos eventuais problemas e serviços executados no veículo zero quilômetro. Convém lembrar que os veículos novos estão assegurados pelas montadoras desde a produção até a venda ao destinatário final, ou seja, ao consumidor. O seguro cessa a partir da entrega do produto ao consumidor pela concessionária autorizada.
Na verdade, isso significa que o consumidor pode acionar a montadora e concessionária para se informar sobre a Seguradora e sobre eventual sinistro e ou avaria no veículo durante o transporte ou até mesmo nos pátios das empresas. Muitos consumidores descobrem problemas precoces na lataria e pintura dos veículos recém-adquiridos, entretanto, quando reclamam, não conseguem obter explicações satisfatórias. O fato de haver avaria, por menor que seja, desvaloriza o veículo e por óbvio, o veículo não deverá ser comercializado pelo preço normal da tabela.

Sendo assim, e com essas informações, fica claro o que o consumidor deve fazer antes de fechar o negócio. Parece complicado, mas não é. Essas normas são medidas preventivas importantes para garantir tranqüilidade.
retorna  
Índice de Dicas