DICAS PARA O CONSUMIDOR
Compra Vestido de Noiva
O mês de maio está aí e os casais estão a todo vapor nos preparativos para as festas de casamento. É o mês das noivas esquentando as compras de ternos e vestidos para as muitas cerimônias que acontecem nesta época do ano.

Sendo assim, aí vai um lembrete: Na hora de comprar seu traje tão sonhado para o casamento, cuidado com as promoções falsas e as propagandas enganosas espalhadas por aí. Um vestido de noiva maravilhoso na vitrina em promoção ou um terno deslumbrante, às vezes pode não ser um grande ou bom negócio como você imagina. O cartaz garante que as peças estão em oferta, mas elas podem estar custando a metade na loja ou no shopping do vizinho. E o pior é que isso não é crime, porque a promoção é lançada com base no preço anterior, anunciado pelo próprio estabelecimento. Portanto, ele não é necessariamente o melhor da praça. Na disputa pelo freguês, o comerciante com estoque mais antigo ou maior pode oferecer preços melhores.

O ideal na verdade é que nessas horas, você faça uma pesquisa de mercado. Consumidor moderno e esclarecido e que não tem preguiça de andar não pode se iludir com palavras ou expressões mágicas do tipo “promoção”, “queima de estoque” e “oferta”. Lembre-se bem: O crime nas promoções só existe quando o preço anunciado na prateleira ou nos meios de comunicação não é o mesmo cobrado na caixa. Promessa tem que ser cumprida (Amparo Legal: artigo 37, parágrafo 1º do CPDC).

Agora, se você resolver alugar a roupa do casamento e não estiver disposto a esquentar a cabeça procurando o que comprar saiba como agir: Primeiro procure uma loja idônea. Não entre na primeira locadora de roupas que aparecer na sua frente e feche logo o negócio. O ideal é ir por recomendação de quem já tenha utilizado os serviços daquele estabelecimento comercial. Experimente muitas peças, converse bastante com os funcionários, se informe principalmente sobre prazo de entrega das roupas e higienização para não correr riscos de aborrecimento no dia da cerimônia. A locadora de roupas tem por obrigação de lhe informar tim tim por tim tim sobre as regras da locação: prazo de desistência, taxa para peças devolvidas, promoções, etc. Confira o estado das roupas ainda na loja com os funcionários, e, no recibo do que você está alugando, não se esqueça de deixar discriminada a situação de cada peça. O prestador de serviço é responsável pela qualidade do produto que oferece (Amparo Legal: artigo 20 do CPDC). A locadora deve cumprir o prazo de entrega acertado com o consumidor. Promessa é dívida. O consumidor também para evitar problemas deve cumprir o prazo de devolução.

No mais, um excelente casamento, boa festa, divirta-se, curta sua lua-de-mel e construa sua vida a dois, exercendo o direito a cidadania.
retorna  
Índice de Dicas